Desestatização da Sabesp é destaque no primeiro dia da missão paulista em Nova Iorque





Projeto integra a carteira de investimentos estadual estimada em R$ 220 bilhões que está sendo apresentada aos investidores internacionais



No primeiro dia da missão do Governo de São Paulo em Nova Iorque, nos Estados Unidos, os investidores demonstraram grande interesse no projeto de desestatização da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp. O processo está em andamento e a expectativa é que a oferta pública de ações deva ser aberta ainda neste trimestre.

O assunto foi discutido nos encontros realizados nesta segunda-feira (13). Durante as reuniões, o governador Tarcísio de Freitas também destacou aos investidores as oportunidades da carteira estadual de projetos de concessões, desestatizações e parcerias, avaliada em mais de R$ 220 bilhões. Ao todo, são 18 iniciativas já qualificadas e distribuídas em quatro eixos estratégicos – água e energia, mobilidade, rodovias e social.

O chefe do Executivo paulista reiterou o compromisso do Estado em atuar em parceria com grupos internacionais privados para impulsionar o volume de investimentos que geram emprego, renda e fortalecem o desenvolvimento de São Paulo.

“São Paulo possui um ambiente propício para receber grandes investimentos. Estamos mostrando nosso portfólio, que é bastante robusto e apresenta muitas oportunidades. São Paulo tem mão de obra qualificada, infraestrutura e um sistema tributário moderno que prioriza a atração de investimentos”, afirmou o governador Tarcísio de Freitas.

No primeiro compromisso do dia, o governador Tarcísio se reuniu com executivos da XP Investments e detalhou os principais projetos e oportunidades de negócio da gestão, com estimativa de realizar 44 leilões até o final de 2026. Na sequência, o governador se encontrou com gestores do Grupo Santander para apresentar a carteira e discutir possibilidades de financiamento para os projetos de São Paulo.