Hospital Municipal Santa Isabel promove ação de prevenção e segurança do paciente

Mais uma ação preventiva voltada para a segurança do paciente foi realizada, nesta terça-feira (30), no Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI), maior equipamento hospitalar do município administrado pela Prefeitura de João Pessoa. A ação foi organizada pelo Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e teve como objetivo melhorar a eficácia da comunicação e o trabalho em equipe.  

A diretora-geral do HMSI, a médica Adriana Lobão, ressaltou a importância da comunicação e do trabalho em equipe, que garantem menos erro e mais segurança aos pacientes. “Nós valorizamos a comunicação e o trabalho em equipe como forma de aumentar a segurança nos processos de trabalho. Uma comunicação efetiva diminui a possibilidade de erros e ela é feita no Hospital Santa Isabel diariamente, de forma verbal, escrita ou eletrônica, através de rounds, visitas multidisciplinares e da vivência”, destacou.  

Durante o evento, que contou com palestra de Maja Lima, profissional que capacita equipes há 13 anos, foi realizada uma dinâmica interativa entre os participantes. “A palestrante despertou em nossa equipe o interesse no autoconhecimento e no poder coletivo. Nesta interação foram compartilhadas estratégias para a melhoria do trabalho em equipe e o investimento de tempo e energia de todos os coordenadores em potencializar a comunicação efetiva em todos os níveis dos processos de trabalho”, explicou a nutricionista Danielly Chiappetta, que coordena o Núcleo de Segurança do Paciente do hospital.  

Também foi debatida a importância das ações do mês de abril, onde normalmente são ampliadas as discussões sobre o trabalho para melhoria da segurança do paciente. Os debates também envolveram moldes adequados da notificação e desenvolvimento pessoal coletivo.  

Na ação, realizada no Centro de Estudos (Ceapes), foi divulgado pela primeira vez vídeo interativo sobre os procedimentos internos, visando a melhor absorção dos protocolos por todos os colaborares.  

A comunicação efetiva é uma das seis metas internacionais de segurança do paciente. No caso, a meta 2. “É quando a mensagem que a gente quer passar é feita de forma clara e compreendida de forma clara pelo receptor”, afirma Danielly Chiappetta.  

A ação teve como público-alvo coordenadores dos diversos setores e serviços do HMSI e a equipe assistencial.