Agência Minas Gerais | No Dia da Educação, Governo de Minas celebra conquistas e melhorias nas escolas de todo o estado

Neste domingo (28/4), é celebrado o Dia da Educação. Nesta data, o Governo de Minas destaca não apenas o compromisso, mas também os resultados alcançados na rede estadual de ensino por meio da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG).

Entre os anos de 2019 a 2023, um investimento significativo de cerca de R$ 83,7 bilhões foi destinado ao sistema educacional do estado.

Esse investimento substancial trouxe melhorias que não passaram despercebidas pela população mineira, já que houve impacto positivo na comunidade escolar e no futuro das crianças e jovens.

Em Minas, a Educação foi a área mais bem avaliada do governo, com 51% de aprovação dos mineiros, de acordo com a pesquisa Genial/Quaest realizada entre os dias 4 e 7/4.

Os recursos foram aplicados em diversas frentes, como infraestrutura escolar, capacitação de servidores, aquisição de materiais com tecnologia educacional, programas de inclusão e melhoria da qualidade do ensino.

Esses investimentos buscam garantir um ambiente de aprendizado adequado e promover o desenvolvimento integral dos estudantes.

“É um dia importante para reconhecermos a importância da educação na formação de jovens conscientes, capazes de transformar as próprias vidas e a sociedade em que vivemos. Reafirmamos hoje nosso compromisso com a qualidade do ensino, a valorização dos profissionais da educação e o acesso igualitário à educação para todos os nossos estudantes”, destaca o secretário de Estado de Educação de Minas Gerais, Igor de Alvarenga.

A seguir, saiba mais sobre as principais ações do governo na Educação do estado.

Mãos à Obra na Escola

Em cinco anos de gestão, o programa Mãos à Obra realizou mais de 3 mil obras em cerca de 1,8 mil escolas da rede estadual.

Essas obras foram executadas em mais de 600 municípios. Para essas conquistas, a SEE/MG investiu quase R$ 1 bilhão desde 2019.

O Mãos à Obra responde pelo maior montante feito por uma gestão do Estado em infraestrutura de escolas, desde 2019, quando foi realizado o primeiro Diagnóstico de Infraestrutura de Rede.

As obras não apenas melhoraram as condições dos prédios escolares, mas também proporcionaram um ambiente propício para o aprendizado dos estudantes.

Entrega de chromebooks

Investindo na ampliação da educação por meio da tecnologia, a SEE/MG entregou no último ano cerca de 60 mil chromebooks para os professores e especialistas da rede estadual que atuam no ensino médio.

Entre os dias 7 e 8/5, a pasta ainda entregará outros 1.677 chromebooks para professores de educação básica (PEB) e gestores dos Centros Estaduais de Educação Continuada (Cesec) do estado.

Os equipamentos da Google possuem acesso liberado a serviços on-line de todas as ferramentas do Google Workspace for Education.

Programa de Fortalecimento dos Municípios

A SEE/MG, em parceria com a Secretaria de Estado de Governo (Segov), mantém o “Programa de Fortalecimento dos Municípios”, que auxilia as cidades a melhorarem a infraestrutura das escolas municipais, fornecendo recursos por meio de convênios celebrados com as prefeituras.

A atual gestão do Governo de Minas repassou cerca de R$ 1,5 bilhão para mais de 800 municípios mineiros por meio dessa iniciativa.

Projeto Mãos Dadas

Outra frente é o Projeto Mãos Dadas, no qual investimentos significativos em infraestrutura e apoio pedagógico são destinados aos municípios.

O objetivo é oferecer condições adequadas para que possam atender à demanda de estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental, conforme previsto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).

Mais de R$ 1 bilhão já foram destinados aos municípios mineiros para investimentos diversos, incluindo a ampliação do atendimento na educação infantil.

Compromisso Nacional Criança Alfabetizada

A adesão de 100% dos municípios mineiros ao Compromisso Nacional Criança Alfabetizada é outra ação fundamental para promover o fortalecimento da educação infantil, realizado por meio do Regime de Colaboração da SEE/MG com diversos parceiros.

Esse compromisso envolve um pacto entre os entes federativos (municípios, estados, DF e União) para garantir o direito à alfabetização, um elemento essencial para o sucesso das trajetórias escolares.

Trilhas de Futuro

Executado pela SEE/MG desde 2021, o Trilhas de Futuro oferece cursos técnicos de nível médio gratuitos para estudantes do ensino médio, incluindo alunos da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Atualmente já são 45.456 alunos formados e 105.776 com cursos em andamento.

Destes, mais de 10 mil estão realizando estágio obrigatório pelo Trilhas de Futuro, enquanto muitos outros já asseguraram estágios não-obrigatórios e empregos em suas áreas de formação.

Alimentação escolar

Desde 2019, a SEE/MG investiu mais de R$ 1,5 bilhão na melhoria da alimentação escolar.

Esse investimento resulta em uma alimentação saudável e equilibrada para os estudantes, com nutrientes importantes para o aprendizado.

Novos profissionais

Os professores e os Especialistas em Educação Básica (EEB) são pilares fundamentais para uma educação de qualidade.

Pensando nisso, o Governo de Minas nomeou, nos últimos anos, mais de 24 mil profissionais aprovados no concurso público regido pelo Edital SEE nº 7/2017, entre as vagas do edital e as vagas excedentes.

Em 2023, foi realizado um concurso público em conjunto com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag/MG), tendo como executora a Fundação Getúlio Vargas (FGV), com cerca de 20 mil vagas em todo o estado.

O certame ofereceu oportunidades para diversas carreiras do quadro de pessoal da SEE/MG.

Além disso, vale ressaltar que em 18/4, foi publicada a nova comissão de concurso SEE/Seplag, que já iniciou os trâmites para o novo concurso em 2024. Os detalhes serão anunciados em breve.

Comprometida em garantir o pleno quadro de servidores efetivos na rede, a SEE/MG instituiu, no ano passado, a Comissão Permanente de Concursos da Educação, responsável pelo planejamento, organização e acompanhamento dos concursos públicos para os cargos das carreiras da pasta, além de monitorar regularmente os dados da força de trabalho para identificar a necessidade de provimento das vagas.