GCM detém em flagrante usuário de drogas que ameaçava agredir a própria mãe na Vila Sabiá neste domingo (7) – Noticias

Fotos: GCM/Divulgação

Por: Secom

Uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM) foi solicitada, na manhã deste domingo (7), para prestar apoio a uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) no atendimento a uma ocorrência na Vila Sabiá, na Zona Leste da cidade. A chamada partiu de uma moradora do bairro cujo filho, que se constatou ser usuário e estar sob o efeito de drogas, ameaçava agredir e tirar a vida da própria mãe, caso esta não lhe desse dinheiro para voltar a consumir as substâncias.

No momento em que as equipes de Saúde e da GCM chegaram, o homem se muniu de um caibro de madeira, medindo cerca de dois metros, e passou a ameaçar a todos à sua volta, recusando-se a ser levado para receber atendimento médico. As equipes tentaram contê-lo, no entanto, ao ter o pedaço de madeira retirado de suas mãos, o rapaz conseguiu alcançar um bloco de concreto e o atirou na direção dos guardas municipais, acertando um deles na cabeça, que caiu desacordado.

Durante a tentativa de fuga do agressor, ele ainda feriu o ombro de outro guarda municipal, envolvido nos esforços para tentar detê-lo. Foi necessário, então, solicitar reforço e houve a vinda de mais uma equipe da GCM.

Na sequência, o agressor ainda tentou fugir pelo telhado da casa, mas caiu. Momento em que conseguiu pegar novamente o pedaço de caibro com o qual ameaçava todos à sua volta. O homem, no entanto, foi contido pelos guardas municipais e, devido às escoriações da queda do telhado, precisou ser levado para atendimento médico na UPH Zona Leste. E, por estar ainda muito agressivo, foi necessário ser algemado.

Dois guardas municipais permaneceram de prontidão durante o período de atendimento médico e observação do agressor na unidade de saúde. Somente após a receber alta médica, ele pôde ser conduzido até o plantão policial da Zona Norte.

Diante da evidência dos fatos e das provas materiais das agressões, a autoridade policial determinou a instauração de inquérito policial e a prisão preventiva do agressor, por tentativa de homicídio.

Os dois guardas municipais feridos também receberam atendimento médico, sendo que naquele ferido na cabeça foi constatado o trauma cranioencefálico com sangramento leve. Foi feita a sutura no local, sendo que, nos exames por imagens, não detectaram hemorragia interna. Após o atendimento médico e ao encontrar-se estabilizado, o paciente recebeu alta médica. O outro guarda municipal, atingido na região do ombro, também recebeu os cuidados médicos necessários, sendo liberado em seguida.